Poema do dia 16/10/2017

Relembrando os verdadeiros heróis, os que agora lutam na sombra por migalhas, preparando um novo verão…

O poeta e os outros poemas

Poema do dia 16/10/2017

Antes que o dia entardeça
Que morram as borboletas
Que partam todas as aves
Quero gritar ao vento norte
Toda a minha doce sorte
Em saber que te Amo…

Antes que a noite chegue
Que se ergam as estrelas
Que se apaguem as sombras
Que me ilumine a cheia lua
Minha alma será sempre tua
Entrego em mãos o coração…

Nem todos são dias de sol
Falta da bem-vinda chuva
Há dias de ferro e fogo
Ardendo e queimando a alma
Matando os sonhos do povo
Quem pode sonhar,
Não chorar ou ter calma?

Há dias de inferno
Que consomem as noites
Não há amor que nos valha
Cravado por tantos açoites
Longe moram as horas
E o descanso do corpo…

A ti, que te pelos outros te dás
Louvor e glória, reconhecimento
A todos os Amores anónimos
Que chorando clamam pela chegada
Vida por vida…

View original post mais 8 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: