Por onde me vai o Amor

Por onde me vai o Amor
 
Atravessarei contigo os mares do mundo
Na busca inglória por garrafas vazias
Mergulho permanente a perder o medo
Apneia dos passos que juntos perseguimos
 
Não sei em quantos modos te sigo?
Se posso chamar de amor este meu jeito de gostar,
Perco-me todos os dias nesse olhar,
Verde, cinza, azul… sei lá!
Apenas sei que me faz bem…
 
Nas noites longas, desespero,
Para que cheguem as curtas,
E as curtas passam tão depressa…
Mesmo que amarrados num abraço!
 
Já gastamos tanto as palavras, meu amor,
Que hoje na sua transparência
Falamos apenas num olhar,
Nesse teu olhar de maresia,
Que todos os dias juntos cruzamos…

Alberto Cuddel

2 thoughts on “Por onde me vai o Amor

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: