Das mãos de um anjo

Das mãos de um anjo

Das mãos do anjo, a luz,
Pureza da inocência,
Nas mãos de uma criança,
Fruto desejado do amor,
Pelo desejo consumado!

Luz criada,
Luz desejada,
Luz que é vida!
Assim ilumina-nos,
Na bênção derramada,
Pedida, solicitada, jurada,
Por mim, por ti, por dois!

Luz que nos guias,
Noite escura sem luar,
Onde a luz nasce do ato de amar,
Brilho em seus cabelos de oiro!

Alberto Cuddel
23-04-2016

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: