Não me procures amanhã

Não me procures amanhã

não me procures amanhã,
porque amanhã não existo
procura-me e encontra-me hoje,
pois hoje estou, hoje sou
hoje sou, o que ontem vi
o que ontem senti,
o que ontem ouvi,
o que ontem disse,
o que ontem aprendi,
mas amanhã não,
não me encontras amanhã
pois hoje, ainda tenho muito
muito a ver, muito a ouvir,
muito a sentir, muito a dizer,
muito aprender, muito amar
ainda tenho muito a viver!

Alberto Cuddel®
09/12/2015

Nevoa no olhar de ontem

Nevoa no olhar de ontem

Por entre o reboar do eco
Pairando sobre o vale
Asas abertas, soltas no vento
Pairam incómodos os olhos
Depositados no horizonte morto…

Renovados votos e esperanças
Por entre águas salgadas e neblinas
Olhamos distante o amanhã
Olhos nos olhos
Na direcção contrária…

Alberto Cuddel
02/11/2017
23:25
#Solutampoetica

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: