Soneto da madrugada!

Soneto da madrugada!

Colinas noturnas da melancolia,
Vagueiam saudosamente sós,
Arrancam do peito a homilia,
Rasantes pensamentos, coesos!

Ah, poder anunciado do ósculo,
Promessa perdida, escrita no ar,
Vontade de a ti, juntar no cenáculo,
Delirantemente, tua pele borboletar!

Do cansaço delirante candura,
Acto heróico delicada bravura,
Queda, louco seria cansado,

Dor coloreada da triste madrugada,
Arte infeliz, saudade assim sonhada
Dormente, sequiosamente amado!

Alberto Cuddel®
30/03/2016

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: