Um poder misterioso

Um poder misterioso

entre aquilo de que é feito
e o seu feitio, o porte…
essas escadas que não dão para porta nenhuma
a não ser para a janela da dispensa da casa da tua vizinha
e que subo devagarinho numa esperança vã
como que num golpe de sorte lá fosses pedir açúcar…

e depois as andorinhas não voltaram
e não partiram as cegonhas
e os flamingos nunca mais foram vistos
e o tempo ficou seco
como secos estavam os meus olhos
que fitavam o fim da estrada
sem que chegasses…

há um poder misterioso
nesse pedaço de peito
que levaste contigo
fazes me falta sabias?
fazes-me falta…
mesmo que nunca tenhas sido minha…
mesmo que eu nunca to tenha dito
fazes-me falta
andorinha…

Alberto Cuddel
01/01/2021 16:07
In: Entre o escárnio e o bem dizer,
Venha deus e escolha VII

5 thoughts on “Um poder misterioso

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: