Quando se fala com poetas

Quando se fala com poetas

Calam-se os olhos vendados
Deixamos que nos gritem as palavras
Que a alma se exponha
Que as veste se rasguem

Quando falamos com poetas
Tapamos os ouvidos e vemos
Abrimos a boca ao improviso
Sentimos a dor do amanhã
Como se nos tivesse morrido um Filho
Apenas ontem, ali diante dos nossos braços…

Quando se fala com um poeta
Olhamos incrédulos o nosso reflexo
No espelho do seu sentir…
Como se nos lesse, em cada silêncio…

Alberto Cuddel
Poema resposta a um poema de Ruth Collaço
29/12/2020
In: Entre o escárnio e o bem dizer
Venha deus e escolha V

3 thoughts on “Quando se fala com poetas

Add yours

  1. Boa tarde, Alberto, poetar é uma incógnita, primeiro você precisa gostar e saber o que faz, um jogo de palavras e que façam sentido para com o teu pensar e o que deseja expressar… E assim por diante. É maravilhoso quando findamos um poema e gostamos dele. Grande abraço querido poeta. Um ano de muita saúde e iluminação. Beijos.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: