Nesse olhar temeroso

Nesse olhar temeroso

olho-te, olho-te
nesse olhar temeroso
nesse medo do adormecer
saudades de uma vida plena

rasga-se-me a alma cheia
nesse olhar que irei perder
nesses olhos que não me reconhecem
nesse olhar de medo de criança
e é tão fácil arrancar-te um sorriso
tão fácil chorar, tenho medo
não por ti
mas pelo vazia que iras deixar…

olho-te, olho-te
vejo-te criança assutada
com medo de tudo e de nada
por já não saberes quem sou
pelo alheamento que tens da morte

embalsamo na alma rosas negras
laminas que me cortam as palavras
e sorrio, perante as lagrimas retalhadas
e esse olhar temeroso que me ira deixar…

Alberto Cuddel
30/08/2020
23:13
Poética da demência assíncrona…

2 thoughts on “Nesse olhar temeroso

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: