A vida que se enamora…

A vida que se enamora…

Sorte, vida, felicidade, orgulho, simples.

por mais dura que lhe seja a vida,
tem ao menos a felicidade de a não pensar
vive-a simplesmente de forma simples

que por sorte ou orgulho vão
lhe caiba em vida o prazer da paixão
que por terra ou mar, elevemos aos céus
os sonhos e o prazer da realização

olhemos com os olhos mansos
e rosto terno, no rubor envergonhado
o corpo que se deseja, pelo prazer de ser
alma carente sem companhia de gente…
que por amor seja, tudo o que se almeja…

Alberto Cuddel
27/08/2020
10:35

Poética da demência assíncrona…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: