Espantoso

Espantoso

Tudo se funde num luar
Carros que cruzam avenidas
Embuste de um segundo
Logo após um primeiro!

O sonho do que se consegue a seguir
E o caminho vai por degraus visíveis,
Na noite cai no pátio, depressa
Dias que nascem no horizonte…

Conquistamos todos os impérios,
Nos livros guardados na fúria
Memória da incúria de um romance
Artes das palavras surdas!

Penitência dos anjos pecadores
Amantes de criados e servos
Prazeres que se aspiram sonhos
Da racionalidade das horas
Minutos em que dormes!

Alberto Cuddel
21/05/2017
19:14

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: