No Olhar…

No olhar…

Presa na retina, levou consigo a maresia,
Nos lábios a brisa e o sabor salgado a mar,
Despe-se em si o luar, nas cores da poesia,
Nas velas, os sonhos, nobre o acto de amar!

Espelha-se no azul mar preso no teu olhar,
Nas ondulações errantes do amor iluminado,
Nudez do Teu pensamento, sentir sagrado,
Rubescidas em vagas de mar atrevido, Amar!

Vasto vaso, casco sublime anseio querido,
Gestos insinuantes abraçam, porto atrevido,
Teu corpo que frisas nas ondas do receio!

Olhar vago gravado na saudade, na fé e ardor,
A Deus peço, confesso com todo meu amor,
No teu olhar, o meu mar, ondas em devaneio!

Alberto Cuddel
23/05/2017

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: