Não sou dos poetas pequenos 

Não sou dos poetas pequenos 

Não sou dos poetas pequenos 
Mas dos que se inventam, e escrevem o mundo 
Dos que partem dentro de si mesmos 
Dos que fogem ao sorriso, e dos que sofrem 
Sem qualquer contradição ou juízo 
Ai dos poetas pequenos, dos que se escrevem 
Esses, coitados não cabem num verso 
Tão pouco na floração de uma margarida 
Ou numa mera chuva de sol… 
Num desses poetas não cabe na mão 
Todos os seios do mundo 
Nem as pernas que se movem 
Ou adamastores imponentes os bloqueiam 
Ou ilhas e amores que nunca viveram 
A eles um poema basta… 

Alberto Cuddel 
21/04/2017 
10:38

2 thoughts on “Não sou dos poetas pequenos 

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: