Poema do dia 26/08/2018

Poema do dia 26/08/2018

Apenas borboletas azuis que te pousavam na janela
Entre prantos de dor e a vontade de ser ela
Os pássaros voavam soltos, na liberdade de ser vida
Chegavam, vivem amarrados ao lago, até à hora de partida!
Correm quentes os dias, nas horas em que não chove
Vidros fechados, vejo a vida, sem um dia que não chore…

Alberto Cuddel
26/08/2018

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: