Poema do dia 28/06/2018

Poema do dia 28/06/2018

Abrem-se as almas de par em par
Braços abertos sempre agitar
Esperança faminta querendo acreditar
Nesta graça que sinto ao dar!

O amor é lindo, e é fabuloso quando o mesmo é correspondido, podia falar-vos da paixão que está também no Amor, das nuvens do céu, das águas do ribeiro, de dúzias de rosas, jantares á luz das velas, de noites ao luar, à lareira, de um amor coberto de romantismo… de um amor lindo…

Mas só é realmente lindo, quando visto nos outros, por que o Amor o verdadeiro amor, é um árduo e constante trabalho diário… que por amor se realiza…

Neste desassossego que me inquieta na proclamação absoluta de amar nos gestos sem qualquer esperança ridícula de receber, na exacta medida em que o entrego, doem-me os desejos e todos os beijos que não recebo…

Alberto Cuddel
28/06/2018
18:45

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: