Voz que ao longe me declamas…

Voz que ao longe me declamas…

Por entre letras ditas e declamadas
Seduzes-me, como voz celeste das rimas
Imposição da voz com que me pintas a alma
Correndo, rindo, chorando, com calma,
A voz, ora quente, sussurrada, tremula
Dura, concisa, forte, grave, agitada,
Palavras lidas, no som que te brota do ser…

Recita-me longe do olhar,
Na dura escuridão em que flectes a voz,
Conceitos que viajam pelo ar,
Na virtude hertziana das ondas,
Encontras-me nas letras
Que te chegam a casa…

Perpetua-me no som…
Do calor da doce voz…

Alberto Cuddel
Amantes da Poesia Volume II – Modocromia – 2017 – ISBN – 978-989-99754-4-6

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: