Fado!

Fado!

Alma lusa feita som,
No trinado chorado,
A saudade de outros mares,
Nas casas de bairro cantado,
São saudade, desespero,
São amores num olhar,
Rouquidão da voz, um outro cantar!
Chorando baixinho noite adentro,
Alma que queima por dentro,
Saudade, de um outro chorar!
Poema feito som, nas cordas trinado,
Gemido e gritado aos ventos, de Lisboa,
Em Coimbra os amores,
De lá outros cantores de serenatas afamados,
Cantados,
Sempre cantados,
Os amores em outros fados,
Alma nossa, lusa alma,
Na saudade e na desmanda,
Que pelo mundo transposta,
A saudade da nossa porta,
No gemer de uma guitarra!

Alberto Cuddel

2 thoughts on “Fado!

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: