Poema do dia 08/05/2018

Poema do dia 08/05/2018

Um silvo agudo,
Um martelar metálico,
Uma cadência,
Uma viagem ao passado!

A cada memória do beijo
A imagem de um rio que me conduz
As promessas de regresso
O desejo que em mim produz…

Os montes verdes, cachos rubros e dourados
O sabor a mel, o fel do adeus….
Longas são as viagens, a pressa do regresso
No abraço teu, minha vida em suspenso…

Um silvo agudo,
A cada curva da vida
Um martelar metálico
Entre a chegada e a partida
Uma cadência
Entre um abraço e a despedida
Uma viagem ao passado
No tempo e vida que nos tem afastado…

Revisitados que estão
Os anos de oiro
O amor não se perdoa
Mesmo que muito nos doa
As memorias e o sofrer
Só nos fazem crer
Que amar, é sem dúvida
A melhor forma de viver…

Alberto Cuddel
08/05/2018
14:58

6 thoughts on “Poema do dia 08/05/2018

Add yours

  1. Lindo!
    “O amor não se perdoa
    Mesmo que muito nos doa
    As memorias e o sofrer
    Só nos fazem crer
    Que amar, é sem dúvida
    A melhor forma de viver…”
    Que belas palavras, representam a essência do viver!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: