Elevado

Elevado

Nas palavras que ditas
Nos gestos que praticas
No sentir declarado
No ser muito amado

És elevado, como elevadas são as virtudes
Os defeitos que humildemente reconheces
As vozes do passado as quais pertences
E a bondade aplicada nas muitas solicitudes!

Do cinzento dos dias, em que escolhes a paleta
Das cores das noites, guardadas na negra maleta
São verdes as esperanças, nos bailados da dança
Negras palavras escritas, em sonhos cor-de-rosa!

Nos passos pesados, nas cruzes que carregas
No alívio dos fardos, nas múltiplas entregas
Elevado, meramente consciente do ser humano!

Alberto Cuddel
Poesia a cores – Pastelaria Studios, 2017- ISBN 978-989-99886-8-2

 

3 thoughts on “Elevado

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: