Poema do dia 14/04/2018

Poema do dia 14/04/2018

Um último beijo
Como todos os últimos dados, pela manhã sob a ombreira da porta…
Vejo-te desaparecer lá ao fundo, naquela última curva à direita…

“despeço-me de ti meu amor, como todos os dias, na vontade do primeiro encontro,
a cada chegada, apenas porque podemos nunca chegar…”

Sabes? Claro que sabes o sabor do meu beijo
Mas guardo o teu, os teus silêncios, as tuas lágrimas
Os teus desejos, as tuas armas…

Há sempre um depois, mesmo que o nosso futuro tenha morrido ontem…
Seremos amanhã, eternos amantes…

Alberto Cuddel
14/04/2018
19:05

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: