Poema ao beijo

Poema ao beijo

Não sei a que sabe o beijo
Os outros, os que nunca dei
Todos os beijos a todas as mulheres
Essas que traidoramente sonhei beijar…

Beijos amanteigados
Onde deslizavam os lábios
Em faces quentes
Mordendo as orelhas
As mulheres adoram sussurros
E beijos…

Nos beijos que nunca dei
Ou tão pouco ousei sonhar
Não há beijos quentes
Ou molhados, ou secos
Apenas beijos por dar…

Nos poucos lábios que ousei pousar
Alguns a recordar, outros a esquecer
Apenas uns, únicos, quentes a manter…

Ainda sonho com beijos, em vários lábios
Rubros e quentes, húmidos como se desejam
E poemas cheios de sonhos….

Alberto Cuddel
04/02/2018
04:17

One thought on “Poema ao beijo

Add yours

  1. Olá querido amigo este poema foi um daqueles que me mandas te e este eu publiquei, só agora vi a tua dedicatória no poema adorei e gostei muito que tivesses assumido publicamente que tens de mudar com os leitores boa e fiz um post sobre os comentários que me tocam ao coração e estas lá beijinhos

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: