Poema do dia 09/03/2018

Poema do dia 09/03/2018

Rezo-te tantas vezes em prece
Sem nunca ser o que me parece
Amo como o voo de uma andorinha
Que rasa o chão de manhazinha!

Vestes-te de luar na minha nudez
Alma que clama amargamente
Estrelas que florescem no monte
Nas pegadas deixada pelos teus pés…

Tenho amor na fé com que carrego
Rezando teu corpo em mim, cego
Altar do mundo em mar de céu
Jardim dentro de um peito que é teu…

Catedral da vida, vazante maré salgada
Somos juventude eterna, uma fúria alada
Nós meros filhos do incerto, pó estrelar
Na fé, esperança, apenas nos resta o Amar…

Alberto Cuddel
09/03/2018
10:04

2 thoughts on “Poema do dia 09/03/2018

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: