Poema do dia 24/02/2018

Poema do dia 24/02/2018

Guardo-te
Como quem guarda um tesouro
Palavras poema
Sentir encoberto…

(…)
Ontem
Imposição do tempo
Hoje, decisão
Tudo de novo
Depois de terminado…

Na gaveta triste
Guardados
Morreram amores
Nunca antes amados…

Morrem poemas
Longe
Da luz do dia
Que nunca nasceu…
Na gaveta.

Alberto Cuddel
24/02/2018
09:40

5 thoughts on “Poema do dia 24/02/2018

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: