Reflexões – A volatilidade da vida,

Reflexões –  A volatilidade da vida,

Hoje no dia de São Valentim sou sacudido violentamente por uma notícia que nos molda, faleceu o marido de uma amiga da minha esposa, com vinte e poucos anos, vítima de câncer.

Quanto vale a vida? As preocupações do dia-a-dia? Quanto vale adiar seja o que for? As chatices, as discussões? O que farias hoje se soubesses que amanhã não estas cá? O que farias hoje se soubesses que quem amas não estará cá amanhã?

Se realmente amam alguém, não esperem, amem hoje, falem hoje, ofereçam-se hoje… vivam hoje… amanhã pode ser tarde demais…

Alberto Sousa

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: