O Poeta e a Poesia

O Poeta e a Poesia

Nasce da vida a vontade de ser dia
A crença da mudança, o ser poesia!

Mamata com o sentir, usurpação
Representação totalitária do ser
Creias tu assimilar toda devoção
Implícita no acto de te escrever!

Encontrar autenticidade no verso
Rima, êxtase supremo do achado
Ver num espelho sujo o universo
Sentir num sorriso o triste fado!

Poema que o subjuga, ser poeta
Dor inconsolável, estranha gratidão
Ultimo a partir das palavras atleta

Lápis que desdenham os beijos
E tanta outra doce devassidão
E só de pão são todos os desejos!

Alberto Cuddel
16/03/2017
11:00

One thought on “O Poeta e a Poesia

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: