Poema do dia 28/01/2018

Poema do dia 28/01/2018

Sei de um rio
De uma estrada em sentido contrario
De um caminho abandonado
Que nunca me levou a lugar algum!

Sei de uma praia
De um castelo abandonado
Sei de pranchas e ondas partidas
Sei de chegadas e muitas saídas!

Sei de copos vazios
Cinzeiros cheios abandonados
Sei de vidas encontradas
Onde muitas outras estavam perdidas!

Alberto Cuddel
28/01/2018
08:50

3 thoughts on “Poema do dia 28/01/2018

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: