Reflexões

Reflexões

De entre todos os jorros de prazer em corpos vazios
Apenas o sonho do teu, em plenamente ti almejo
Depositar a vida tida no passado…

Hoje sou sombra de ontem amputado do teu desejo
Em ti quero-me, sem que verdadeiramente esteja
Na futilidade das horas não vivo, arrasto-me
Na inutilidade de um querer vazio em sonhos

Rasga o tempo no atiçar de sentimentos, tesão
De que te vale o banho-Maria em que me manténs
Se verdadeiramente nunca me terás, estou morto…
Verdadeiramente morto, morri em mim mesmo
Para toda a vã e mórbida realidade…

Sírio de Andrade
30/12/2017
22:59

5 thoughts on “Reflexões

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: